terça-feira, 16 de setembro de 2008

coisas que falam sobre coisas: amem (o teatro magico)

"pelo retrovisor enxergamos tudo ao contrario
letras, lados, lestes...
o relogio de pulso pula de uma mao para outra
e na verdade, nada muda.

a criança que me pediu dez centavos
eh um homem de idade no meu retrovisor.
a menina debruçando favores toda suja
eh mae de filhos que nao conhece.
vendeu-os por açucar, prendas de quermesse.
a placa do carro da frente se inverte quando passo por ele,
e nesse trafego acelero o que posso.
acho que nao ultrapasso, e quando o faço, nem noto.

o farol fecha... outras flores e carros surgem em meu retrovisor.
retrovisor eh passado. eh de vez em quando do meu lado,
nunca eh na frente.

eh o segundo mais tarde, próximo, seguinte.
eh o que passou e muitas vezes ninguem viu.
retrovisor nos mostra o que ficou, o que partiu,
o que agora soh ficou no pensamento.

retrovisor eh mesmice em dia de transito lento,
retrovisor mostra meus olhos com lembranças mal resolvidas.
mostra as ruas que escolhi, calçadas e avenidas.
deixa explicito que se vou pra frente, coisas ficam para tras.
a gente soh nunca sabe...

que coisas são essas"

domingo, 14 de setembro de 2008

sobre o budismo

baseia-se nos ensinamenos dados por buda, e tem semelhanças com o hinduismo, de onde se originou. o conhecimento basico sao as quatro verdades, reveladas por sidhartha gautama:
  • primeira verdade: tudo eh sofrimento, do nascimento ao declinio e a morte.
  • segunda verdade: a origem de todo sofrimento eh o desejo.
  • terceira verdade: a aboliçao do desejo acarreta a aboliçao do sofrimento.
  • quarta verdade: existe um caminho que leva a supressao do desejo, e portanto, do sofrimento. o astapada (caminho octuplo).
astapada:
  1. samãdhi (contemplaçao): a feh guia o homem.
  2. vãk (palavra): nunca mentir, difamar, ou usar de linguagem aspera.
  3. karmanta (açao): nunca roubar, matar ou fazer qualquer coisa que possa acarretar em arrependimento futuro.
  4. ajiva (meios de existencia): existir virtuosamente.
  5. smirt (atençao): atentar para o que eh bom.
  6. samkalpa (pensamento): ser sempre calmo e nao encher-se de pensamentos dominados pela alegria ou tristeza.
  7. vyayama (esforço): esforçar-se por praticar o bem.
  8. drsti (meditação): para chegar-se a esta, deve-se ser bem sucedido em todas as anteriores.
-texto retirado de "crepusculo", de CRISTIANO CHAVES

terça-feira, 9 de setembro de 2008

cartas para yaya: uma noite sozinho

para Y

nesta noite eu nao a verei...

a garganta aperta, engulo seco.

o coraçao fraqueja, morro durante algumas fraçoes de segundo.

praguejo contra os dados crueis do destino, o deus manipulador.

acredite... ficar uma noite sem estar do teu lado me faz tanta falta quanto a propria vida que move este corpo feito de carbono e agua.

percebo a cada dia que nao posso ficar sem ti, nem por uma noite... nem por ESTA noite!

preciso de ti, pois nao vejo outro caminho senao o que me leva ateh a tua figura sublime. tu eh meio e fim. motivaçao e ambiçao.

quero te amar ateh o dia em que demorarem meus dias sobre esta terra de deuses, herois e monstros.

e vou te amar.

durante cada segundo.

e mais ainda quando o relogio estiver apontando hora exata.

e mais ainda quando o relogio estiver apontando qualquer outro momento.

esta noite nao a verei... a garganta aperta, o coraçao fraqueja.

praguejo contra os crueis dados de um deus chamado destino...

-M